10/11/2017

ODS acordados pelas Organização das Nações Unidas é discutido no CBCENF

Cofen empenha-se para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ODS

Mesa discute sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

A agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, chamada de ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, possui 17 objetivos e 169 metas a serem atingidos até 2030. Ela envolve entidades e personalidades em todos os países, despertando ações conjuntas em diversas áreas.

Os temas podem ser divididos em quatro dimensões principais: Social, Ambiental, Econômica e Institucional. Nesta agenda estão previstas ações mundiais nas áreas de erradicação da pobreza, segurança alimentar, agricultura, saúde, educação, igualdade de gênero, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima, industrialização, entre outros.

Na tarde desta quarta-feira (8), o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) promoveu debate sobre o assunto e mostrou as ações que já estão sendo colocadas em prática pelo Sistema Cofen/Conselhos Regionais, as quais visam assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar em todas as idades.

O Cofen ampliou a Política de Valorização do Profissional de Enfermagem, atuando junto à classe política, participando ativamente dos movimentos sociais, engajando a categoria e lutando pela aprovação dos projetos de lei que visam estabelecer a carga horária, piso salarial e descanso digno.

Além disso, foram firmadas parcerias entre para criação de mestrado profissional de Enfermagem, ampliação na realização e apoio de eventos científicos. A aprovação do Novo Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem também observam os critérios da agenda, trazendo mais envolvimento dos Responsáveis Técnicos (RTs) e das Comissões de Ética nas instituições.

Antônio Marcos Freire, colaborador do conselho, lembrou que o a pesquisa Perfil da Enfermagem, realizada pela Fiocruz sob encomenda do Cofen, mapeou por região as desigualdades e desequilíbrios da força laboral, tendo como principais desafios a desvalorização profissional e a deficiência de formação profissional qualitativa. Por isso, o Cofen tem combatido o Ensino a Distância (EaD) na graduação em Enfermagem.

Outra forma de contribuição com os ODS é o estudo realizado para valorização da atividade das enfermeiras obstetrizes, que desenvolvem um trabalho primordial. “A atenção primária à saúde é a mais importante estratégia para se alcançar melhoria sustentável no processo doença-saúde, e a melhor garantia de que o acesso a esse resultado será amplo e justo”, disse Antônio Marcos.

Fonte: Ascom - Cofen