10/11/2017

Encerramento do CBCENF anuncia próxima cidade sede

"Este congresso foi um marco da união da Enfermagem. A Enfermagem tem voz, e será ouvida", afirmou Neri

Presidentes do Cofen e do Coren-RJ participam da festa de encerramento do 20º CBCENF

Após uma maratona de intensa agenda científica, debates e atos públicos, chegou ao fim 20º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem (CBCENF), realizado no Rio de Janeiro. A solenidade de encerramento anunciou a próxima sede: em 2018, São Paulo será anfitriã do CBCENF, maior evento científico anual da área de Saúde na América Latina.

“Este congresso foi um marco da união da Enfermagem. A Enfermagem tem voz, e será ouvida. Chegará um momento em que nenhum presidente da República nomeará um ministro da Saúde sem ouvir a Enfermagem”, ressaltou o presidente do Cofen, Manoel Neri, sob aplausos.

A defesa da autonomia profissional, da formação presencial e da qualidade, do Sistema Único de Saúde e do legado da Reforma Psiquiátrica permearam o congresso. Para o coordenador-geral do 20º CBCENF, Magno Guedes, cada participante leva mais conhecimento, mais amigos e, principalmente, mais garra de lutar, não só individualmente, mas sobretudo como categoria.

Com mais de 8.500 inscritos, incluindo 1.500 estrangeiros, a 20ª edição do CBCENF consolidou a internacionalização do congresso, recebendo o Encontro Latino Americano de Enfermagem em Saúde Mental e a reunião do Conselho Internacional de Enfermagem.

Equipe comemora o sucesso do 20º CBCENF

A presidente do Coren-RJ, Maria Antônia Tyrell, agradeceu a presença de todos. “Mais do que um discurso de encerramento, faço aqui uma oração de agradecimento”, ressaltou Tyrell, que agradeceu todos que trabalharam para que, apesar do momento difícil como o vivido pelo Rio de Janeiro, o 20º CBCENF fosse um grande sucesso.

Premiação – Na solenidade, foram premiados os trabalhos “Estilo de Vida Masculino e Feminino e Ações de Promoção da Saúde para Escolares Adultos e Jovens”, com relatoria de Francisco Mendonça; “Cargas de Trabalho: Percepções de Enfermagem no Cotidiano Hospitalar”, relatado por Elisa de Vargas, e “Maternidade no Ambiente Prisional: Análise da Realidade do Presídio Feminino de Sergipe”,  relatado por Karine do Nascimento.

Fonte: Ascom - Cofen