18/09/2017

20º CBCENF é destaque na revista Nursing

Em entrevista, conselheira Dorisdaia Humerez relata preparativos e expectativas sobre o 20º CBCENF, que acontecerá de 6 a 10/11, no Rio de Janeiro

A Enfermagem brasileira prepara-se para o seu maior encontro, o CBCENF, que em 2017 será realizado de 6 a 10 de novembro na cidade do Rio de Janeiro/RJ, comemorando 20 edições. Para saber o que esperar e o que esteve por trás da concepção do 20o Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem, a Revista Nursing conversou com Dorisdaia Carvalho de Humerez, membro da Comissão Científica do evento e Conselheira Federal do COFEN (Conselho Federal de Enfermagem).

Em meio à crise política e econômica pela qual o Brasil passa, profissionais de todo o país reúnem-se em busca de informação especializada, troca de conhecimento, desenvolvimento científico e inovação, e celebram a prática e os desafios de quem atua em uma das áreas mais multifacetadas da Saúde.

Revista Nursing: O CBCENF está chegando à sua 20ª edição em 2017. O que isso representa para a Enfermagem brasileira?

Renovação e ampliação de temas importantes para a Enfermagem. O Congresso Brasileiro de Enfermagem se consolidou como maior evento científico anual da área de Saúde na América Latina.

Em todos eventos temos buscado inovar. Naturalamente, que o Congresso Brasileiro de Enfermagem tem identidade prórpia. Sempre tivemos alta quantidade de público. Já temos 8 mil congressistas inscritos. Acreditamos que vamos superar na quantidade e qualidade nesse congresso.

Nursing: Como o grande tema do congresso, “Dimensões do Cuidado de Enfermagem: Interfaces nos Cenários da Prática Profissional”, reflete a prática e as necessidades do profissional de enfermagem?

A escolha do tema da 20ª edição do CBCENF já vinha sendo pensada em anos anteriores, em decorrência da expansão da prática profissional, bem como da multiplicidade, diversidade e adversidades do cuidado nos contextos institucionais. Nesse sentido, a Comissão Científica se debruçou sobre o tema em epígrafe em face do aumento progressivo do cuidado multifacetado que envolve que envolve as estratégias inter, multi e transdisciplinar.

Nursing: Um dos destaques da organização desta edição do congresso é a gratuidade das inscrições antecipadas para profissionais e estudantes de enfermagem. Como isso foi feito? Por que tomaram essa decisão? Pretendem manter essa iniciativa no futuro? 

O congresso é de profissionais de Enfermagem. Esse investimento é em favor da categoria, ou seja de ampliação de conhecimento. A plenária do Conselho Federal de Enfermagem decidiu pela gratuidade para assegurar a possibilidade de participação dos profissionais, considerando o contexto de crise no Brasil e, especialmente, no Rio de Janeiro.

Nursing: Como estão as expectativas para a programação científica? O que já pode destacar?

As expectativas da Comissão Científica são altas. Temos atuado de forma incansável. Os congressistas podem esperar muitas inovações. Visitas técnicas guiadas a instituições de saúde, participação de estudantes voluntários com envolvimento das instituições de ensino do Rio de Janeiro, grandes palestrantes e muitos nomes representativos da Enfermagem Brasileira irão desfilar e compartilhar seu conhecimento com os congressistas. Os membros da comissão planejam uma programação atraente, que envolva todas as áreas da Enfermagem, alinhada ao eixo temático do evento e com participação de profissionais renomados.

Nursing: O Rio de Janeiro passa por uma crise histórica. O que significa para a Enfermagem do estado, e também para a de todo o Brasil, realizar o CBCENF na capital fluminense?

O Rio passa por uma crise histórica, mas também todo nosso país. Realizar o CBCENF no Rio será uma oportunidade de compartilhar experiências com um dos maiores centros de assistência de Enfermagem e saúde do país. Vale ressaltar que na edição deste ano ocorrerão três eventos internacionais, que darão nova configuração ao congresso, propiciando a análise, reflexões sobre as questões da profissão e perspectivas futuras.

Realizar o CBCENF no Rio de Janeiro é também um sinal do nosso apoio aos profissionais cariocas, neste contexto difícil atravessado pelo estado. Oferecemos inscrições antecipadas gratuitas de modo a assegurar que a crise não seja um impeditivo à participação dos enfermeiros, técnicos e auxiliares de Enfermagem de todo o país neste contexto de crise e, especialmente, aos da rede pública do Rio de Janeiro, que enfrentam atrasos nos salários.

Nursing: Qual a importância de sediar, durante o congresso, a Conferência Latinoamericana e Caribenha de Enfermagem?

Uma grande importância será a participação de Membros do Conselho Internacional de Enfermagem (CIE) que, junto ao Cofen, definiu a realização da Conferência Latinoamericana e Caribenha de Enfermagem durante o 20º CBCENF. Também foi confirmada a Reunião da Junta Diretiva do CIE, que ocorrerá na semana que antecede o CBCENF.  A nova presidente do CIE, Annette Kennedy, confirmou a palestra “Liderança da Enfermagem no mundo” a ser ministrada no CBCENF.

Nursing: Os congressistas podem esperar por novidades, surpresas?

Dentre as inovações, teremos o Encontro Latinoamericanos de Enfermagem em Saúde Mental, as visitas técnicas guiadas e grandes simulações na área da ação de Enfermagem em Urgência e Emergência, atuação forte da Atenção Básica.

Nursing: Alguma recomendação ou dica para se aproveitar ao máximo o CBCENF 2017?

Estamos concluindo uma Programação Científica arrojada incluindo palestrantes com notório saber, com reconhecimento em nível nacional e internacional, além de visitas técnicas às instituições de saúde e outras no decorrer do congresso.

Fonte: Revista Nursing